Síndico

Síndico de sucesso: conheça as melhores práticas

Administrar um condomínio não é uma tarefa fácil. É necessário ter jogo de cintura, conhecimento técnico e inteligência emocional. Afinal de contas, o condomínio é como uma empresa que precisa ser gerida com maestria para evitar prejuízos, multas e a conflitos entre os condôminos. Por isso, para ser um síndico de sucesso, é crucial conhecer as boas práticas de administração.

O síndico pode ser morador ou profissional contratado. De qualquer forma, deve ter disponibilidade, se candidatar e ser eleito em assembleia. O mandato dura dois anos com previsão de reeleição. O profissional tem direitos e deveres à frente da gestão do condomínio. Na maioria das vezes, é assessorado pelo subsíndico e pelo conselho consultivo ou fiscal.

Mas como o interesse pelo posto tem diminuído nos últimos anos, os síndicos orgânicos, como são chamados os síndicos eleitos entre os proprietários dos imóveis, estão dando lugar aos síndicos profissionais. Estes, por sua vez, normalmente não moram no condomínio e são contratados para atuarem na função.

Contudo, independentemente da classificação, para se tornar um síndico de sucesso é preciso seguir a um passo a passo, valendo-se de boas práticas de administração. Veja os detalhes em nosso post.

Características essenciais para a função do síndico de sucesso

Depois de passar pelo processo de eleição em assembleia, o síndico tem um novo desafio: administrar desde os pequenos detalhes, como a pintura da vaga de garagem, até as situações mais complexas, como a renovação do contrato de portaria.

Em todos os momentos, porém, um síndico de sucesso deve ter um perfil característico dos líderes e administradores. Veja a seguir os principais atributos de um bom síndico:

  • Ser cordial e educado com as pessoas;
  • Ter noções de legislação, engenharia, direito e contabilidade;
  • Estar disponível para atender os condôminos;
  • Ter uma boa comunicação interpessoal;
  • Ter uma boa rede de contatos;
  • Ser organizado e focado.

Portanto, não basta apenas a vontade de ser síndico, é preciso ter preparo e dedicação à função, sem se deixar vencer pela pressão da profissão.

Principais obrigações do síndico

A maioria das obrigações do síndico de sucesso está prevista no Código Civil. Sendo assim, o artigo 1.348 prevê, entre outras responsabilidades:

  • Convocar assembleias;
  • Representar o condomínio em juízo ou fora dele;
  • Cumprir a convenção, o Regimento Interno e as determinações da assembleia;
  • Cobrar multas dos condôminos;
  • Realizar o seguro patrimonial do condomínio.

Para dar conta de todas as tarefas de forma satisfatória, o síndico de sucesso pode contar com a assessoria de administradoras de condomínios, além de ter ao seu redor uma equipe formada por funcionários e conselheiros voluntários. Eles devem ter a missão de criar caminho para a boa gestão condominial.

Principais direitos do síndico

Para ser um síndico de sucesso é essencial conhecer não apenas os seus deveres, mas também os seus direitos. O síndico orgânico tem direito a uma remuneração pelos serviços prestados ao condomínio. Ou ainda à isenção do pagamento da taxa condominial.

Já o síndico profissional também tem direito ao pagamento de salário previsto em contrato. O valor varia conforme o porte do condomínio, mas pode chegar a R$ 7 mil dependendo do contexto financeiro do residencial. O valor do salário do síndico é integrado à taxa do condomínio, que é rateada pelos moradores.

Além da remuneração, o síndico tem direito a férias. A previsão pode constar da convenção ou do regimento interno. Nesse sentido, ele pode ser substituído pelo subsíndico ou presidente do conselho fiscal na sua ausência.  Se os documentos não citarem a previsão das férias, o síndico pode levar a solicitação à assembleia, para ser votada pelos condôminos.

Cuidados que o síndico de sucesso deve adotar

A legislação que envolve a gestão condominial é bastante dinâmica. Por isso, o síndico de sucesso deve estar atualizado e conhecer de perto as suas atribuições. Isso porque o detentor do posto responde civil e criminalmente pelo condomínio.

Seja uma dívida junto à prefeitura, uma queda acidental de um prestador de serviço no interior do condomínio, uma antena colocada sem autorização, um seguro predial mal executado, enfim, o síndico deve estar atento para evitar sujar seu próprio nome.

O síndico também precisa atentar contra processos trabalhistas, pois pode responder judicialmente por um desvio de função de um funcionário do condomínio. Além disso, a depender de uma discussão mais acalorada com um condômino, o síndico pode ser alvo de uma ação por danos morais.

Sendo assim, o síndico de sucesso deve se municiar da legislação e contar com a assessoria de profissionais ligados à engenharia, contabilidade e administração para ter uma boa performance frente à gestão condominial.

Características de uma gestão de sucesso

Por tudo o que você já leu até aqui é possível perceber que é possível ter uma gestão profissional e ser um síndico de sucesso. Mas para isso, não basta apenas ter boa vontade. É necessário estudar, fortalecer o  network e trabalhar o relacionamento interpessoal.

Veja algumas dicas para ter uma gestão de sucesso:

  • Tenha funcionários comprometidos, desenvolvendo sua liderança e motivando os funcionários do condomínio a darem o seu melhor;
  • Acompanhe as manutenções periódicas por meio de planilhas ou aplicativos que organizem as inspeções;
  • Faça um planejamento financeiro, pois o condomínio é como uma empresa e, por isso, precisa de um controle do fluxo de caixa. Não gaste mais do que a receita;
  • Seja transparente e tenha uma gestão participativa, já que o síndico de sucesso é aquele que não é dono da verdade;
  • Tenha a administradora e os prestadores de serviços como aliados e sempre que possível reúna-se com eles para discutir a solução de pendências.

Como você viu, o síndico de sucesso é aquele que planeja suas ações, tem um perfil diplomático e foca suas ações no bem-estar comum dos condôminos. Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre o universo condominial? Então continue acompanhando o blog da Manager!

Commentários (0)
Postar um comentário

Commentários (0)
Postar um comentário