prestadores de serviço

Prestadores de serviço: Boas práticas do síndico na hora da contratação

Uma das ações mais importantes do síndico em relação ao bom funcionamento de um condomínio é escolher de forma assertiva os prestadores de serviço. Afinal, esses são responsáveis por manter as diversas estruturas conservadas e evitar imprevistos emergenciais que podem se refletir em uma maior taxa condominial.

Além disso, como o síndico é representante do condomínio, tanto em juízo quanto fora dele, acidentes que vierem a ocorrer pela falta de manutenção e outros processos podem gerar problemas judiciais. E, nesse caso, o profissional pode ser responsabilizado.

Outro aspecto importante é que, ao fazer a escolha errada da empresa que irá realizar a prestação de serviços, custos e encargos trabalhistas que deixam de ser pagos ficam por conta dos edifícios.

Isso é o contrário do que você espera, concorda? Nesse caso, acompanhe o nosso post e saiba como fazer contratações eficientes!

Dicas para contratar prestadores de serviço para condomínio

Agora que você viu alguns dos problemas que podem ocorrer em função de uma contratação equivocada, confira boas práticas para que evitar que aconteçam:

Solicite documentações

O primeiro passo para definir uma prestadora de serviços condominiais é solicitar documentações que comprovem que a empresa é idônea. Entre eles estão autorizações de funcionamento e participações em sindicatos ou associações.

Verifique a experiência no segmento

Prestadores de serviço para condomínios devem ter experiência nesse tipo de empreendimento para realizar as atividades de forma satisfatória. Por isso, outro passo importante é verificar a expertise da empresa a ser contratada.

Questione sobre treinamentos de profissionais

Um aspecto relevante a ser considerado na contração de funcionários terceirizados é se a empresa realiza treinamentos e capacitações de forma periódica. Afinal, por mais que os funcionários tenham experiência, a educação continuada é um diferencial que deve ser avaliado. Nesse sentido, também é essencial exigir comprovantes de registro legal dos funcionários para evitar processos trabalhistas.

Analise os equipamentos de segurança a serem utilizados

Como dissemos, acidentes que ocorram em um condomínio podem recair legalmente sobre o síndico. Para evitar dores de cabeça, é fundamental questionar a empresa que irá fornecer os prestadores de serviço sobre quais são os equipamentos de segurança (EPI) utilizados pelos profissionais. Há uma série deles e cada item depende da atividade a ser realizada.

Estipule um seguro contra acidentes

O ditado “o seguro morreu de velho” se aplica muito bem em relação aos funcionários que atuam em um condomínio. Portanto, ao contratar uma empresa especializada, o síndico deve estipular um seguro contra acidentes e seguro de vida, dependendo das tarefas a serem desenvolvidas no empreendimento.

Peça indicações e verifique avaliações

Uma boa prática interessante no momento de contratar prestadores de serviço é verificar a satisfação dos clientes já atendidos, seja por meio do pedido de indicações ou avaliação de opiniões de outros condomínios em canais de relacionamento ou sites de reclamação, como o Reclame Aqui.

Com essas medidas o condomínio e o síndico ficam resguardados contra uma série de problemas. Além disso, todos os envolvidos se tornam mais satisfeitos, já que as atividades são desenvolvidas com eficiência.

Prestadores de serviço: Boas práticas do síndico na hora da contratação.

Como você viu essas dicas podem ajudar a evitar erros na hora da contratação. Quer saber mais sobre manutenção? Você sabia que manutenção e reformas são motivos de diversos processos judiciais e merecem atenção do síndico? Fique por dentro aqui, o que diz a Lei e quais as responsabilidades do síndico durante as reformas em apartamentos.

 

Commentários (4)
Postar um comentário

Commentários (4)
  1. André de Pauli 14.08.2019 at 19:04

    Favor incluir:
    1) SLA como clausula contratual
    2) Homologação do vencedor da licitação
    3) Licitação por meio de RFP
    4) Apresentação trimestral de indicadores economicos financeiros com assinatura do contador
    5) Certificação anual dos indicadores verificados no processo de homologação

    • Marcelo Mahtuk 20.08.2019 at 11:11

      Prezado André,

      Esclareço que para cotações “simples” do dia a dia da vida condominial, não solicitamos tais requisitos.
      Mas para as “Licitações” que são serviços complexos, de valores significativos, eleva responsabilidade, além dos itens sugeridos, temos que avaliar toda a documentação de capacidade técnica, financeira e fiscal.
      Muito obrigado pela sua colaboração, fica aqui o registro que estamos com saudades do seu condomínio.

      Abraços

  2. Wellington Melo 14.08.2019 at 21:28

    O Único ponto negativo é que as empresas novas no mercado são quase impossível conseguir trabalho se for levar em conta oque está escrito aí…ainda acredito que tem síndico de boa índole que não dá 100% de ouvido para essas administradoras que infelizmente só vivem através de um nepotismo sem tamanho.

    • Marcelo Mahtuk 20.08.2019 at 11:03

      Prezado Wellington,

      Compreendo seu ponto de vista, empresas novas tem sim dificuldades de fechar serviços não só em condomínios, mas em outros ramos de negócios também, acredito ser um processo normal de amadurecimento de um empreendedor quando resolve abrir sua empresa, ele tem o desafio de abrir seu mercado.
      Em condomínios os síndicos/Conselheiros/Condôminos são bem criteriosos em suas contratações, exigindo determinadas requisitos que cabe administradora atender. Não se trata de nepotismo, mas atender a solicitação do nosso cliente.
      Aqui na Manager, permitimos todos os prestadores que desejarem se cadastrar nosso portal, o síndico tem a visualização das empresas cadastradas e pode optar por aquela que desejar. Mas logicamente as empresas com mais experiências em seu material de venda levam vantagens.
      Desejo sabedoria e boa sorte a sua empresa na abordagem do cliente prospect.

      Atenciosamente,

Postar um comentário