MANAGER NO ÚLTIMO INSTANTE: POÇO ARTESIANO RESSURGE PARA SUPRIR FALTA D’ÁGUA

POÇO ARTESIANO RESSURGE PARA SUPRIR FALTA D’ÁGUA

Redução do custo para o condômino com poços artesianos é uma realidade

 

Com a escassez de chuvas em São Paulo e baixa nos reservatórios, condomínios apareceram como vilões de consumo de água, por isso, buscar alternativas para reduzir o consumo está no topo das pautas dos gestores e, para alcançar o objetivo, além da conscientização dos moradores, a saída pode passar por captação de água por poços artesianos ou mina de água.

Marcelo Mahtuk, diretor executivo da Manager Administração de Condomínios, declara que “há mais de 20 anos oferecemos aos nossos clientes a possibilidade de abastecimento de água por poço artesiano ou mina de água, já que permite autonomia e economia significativa na planilha de gastos do condomínio. Para isso, oferecemos o estudo de viabilidade aos condomínios e, após identificar a disponibilidade de captação de água apropriada para consumo, o tempo de execução das obras é de, aproximadamente, 20 dias”.Para adotar um poço, além da perfuração, o condomínio precisa de uma estrutura com reservatórios, filtros e tanques, de acordo com as normas da ABNT, autorização para a perfuração e de licença de uso.Ainda assim, como a água é um bem precioso e esgotável é importante que o trabalho de conscientização seja permanente. “A redução do custo para o condômino com poços artesianos é uma realidade, mas não significa um sinal verde para o desperdício”, alerta Mahtuk.Nos condomínios administrados pela Manager a economia do consumo de água também passa por algumas medidas de readequação dos serviços nas áreas comuns, além da conscientização dos moradores. Entre as medidas estão: maior controle de vazamentos, apenas varrição das áreas comuns, troca de água da piscina na limpeza de filtro e mudança no horário e redução do número de vezes da rega das áreas verdes.
Fonte: Agência Último Instante
Commentários (0)
Postar um comentário
Commentários (0)
Postar um comentário