condomínio inteligente

Condomínio inteligente: Qualidade de vida para moradores

A tecnologia está cada vez mais inserida na sociedade atual, tanto que no tange dos equipamentos quanto os processos. Nesse sentido, o conceito de condomínio inteligente tem ganhado mais espaço nas novas construções.

Quer saber do que se trata o modelo? Então acompanhe o nosso post!

O que é um condomínio inteligente

O conceito de condomínio inteligente está diretamente ligado à otimização de processos e sistemas utilizados no dia a dia. Ou seja, há uma série de soluções tecnológicas capazes de tornar um espaço mais “inteligente” para os moradores e colaboradores.

Desse modo, um condomínio apenas pode ser considerado como tal, quando passa por claras mudanças estruturais com o objetivo de facilitar os processos diários.

Além disso, é válido ressaltar que essas alterações também podem estar relacionadas com todo suporte dos empreendimentos, como etapas de manutenção ou prevenção de incidentes.

Automação da gestão

Um dos primeiros passos quando se trata de melhorar processos internos deve ser automatiza-los. Dentro de um condomínio, esse procedimento pode ser feito se forma clara e rápida por meio da contratação de administradoras.

Essas empresas especializadas possuem como característica principal uma automação de gestão eficiente, facilitando as atividades do síndico e zelador.

Na prática, a automação de gestão se refere a facilidade das atividades cotidianas. Ela pode ser implementada no controle de manutenção e acesso do condomínio, pagamentos, reuniões, assembleias e organização de dados sobre inadimplência.

Além disso, ainda é possível fazer a gestão dos avisos e lembretes para os moradores, automatizando os disparos e diminuindo os custos.

Ideias inovadoras para implementar em um condomínio inteligente

Ter um condomínio inteligente não trata-se apenas de um conceito, mas de um processo que pode ser facilmente aplicado em qualquer espaço. Veja a seguir algumas práticas inovadoras:

Sistemas de acessos e identificações

Um dos principais processos para a segurança de um condomínio é a identificação dos condôminos e visitantes.  Entretanto, esse processo pode ser extremamente burocrático e demorado quando feito de modo tradicional.

Os condomínios inteligentes já começaram a adotar medidas tecnológicas para lidarem com essa movimentação de pessoas, tais como:

  • QR Code;
  • Biometria;
  • Cartões de acesso;
  • Aplicativos.

Esse tipo de ação ainda permite que os visitantes sejam identificados com mais facilidade, aumentando a sensação de segurança no condomínio.

Sistemas estruturais

Uma outra forma de tornar um espaço mais otimizado e funcional é adotar sistemas de inteligência para estruturas.

De modo geral, funcionam tanto para a economia de energia, água e outros recursos, quanto para evitar acidentes nos espaços internos.

Um grande exemplo de um sistema estruturado é o hidráulico. Em condomínios inteligentes pode-se adotar um sistema baseado no armazenamento e reúso de água, garantindo economia e preservação do meio ambiente.

Uma outra forma é adotar sistemas para captação de energia solar, principalmente para alimentação de equipamentos externos do condomínio, como os aquecedores de piscinas.

Armários inteligentes

Os armários inteligentes, que ainda são novidade no segmento condominial,

são utilizados para recebimento de encomendas e notificações em tempo real aos moradores.  Esse tipo de processo otimiza as entregas e ainda evita perdas ou confusões.

Como você viu, por meio de soluções simples é possível ter um condomínio inteligente. Aproveite também e saiba quais são os benefícios de um condomínio sustentável, e como fazer do condomínio um espaço sustentável.

Commentários (0)
Postar um comentário

Commentários (0)
Postar um comentário